QUANDO O SILÊNCIO É O COADJUVANTE ATROZ

blog-criancas-abandonadas-final-imagem-1

“A violência está em todo lugar.
Não é por causa do álcool,
Nem é por causa das drogas.
A violência é nossa vizinha.
Não é só por culpa sua,
Nem é só por culpa minha.
Violência gera violência.
Violência doméstica violência cotidiana,
São gemidos de dor todo mundo se engana.
Você não tem o que fazer saia pra rua
Pra quebrar minha cabeça ou pra que quebrem a sua.

In: Violência de Titãs

Continuar lendo

MEDO DE MORRER

Imagem Movimento Chuva na Janela

“Eu sei que determinada rua que eu já passei,
Não tornará a ouvir o som dos meus passos.
Tem uma revista que eu guardo há muitos anos
E que nunca mais eu vou abrir.
Cada vez que eu me despeço de uma pessoa,
Pode ser que essa pessoa esteja me vendo pela última vez.
A morte, surda, caminha ao meu lado
E eu não sei em que esquina ela vai me beijar.”

In: Canto Para a Minha Morte – de Raul Seixas

 

Continuar lendo