PSICOPATAS ODEIAM MULHERES

Imagem Movimento Mulher Correndo Medo

“Cada vez que vejo o sangue
De uma mulher tingir o chão,
Sinto um aperto no peito
Dói demais meu coração.
Ver mulheres assassinadas,
Covardemente violentadas,
Que sórdida situação.

Mulher não é mais escrava
E cativa de um senhor.
Os tempos hoje são outros.
Por isso faça-me o favor!
A mulher pode se manter,
Não precisa se submeter
A morte, castigo e dor.

A violência doméstica,
É bem ruim com certeza.
É dormir com inimigo
É viver sempre indefesa.
A mulher tem que acordar,
Com muita garra lutar
Em prol de sua defesa.”

In: Violência Contra a Mulher – de Dalinha Catunda

Continuar lendo

EM TERRA DE CEGO QUEM TEM UM OLHO É DOIDO

Imagem Movimento Rei Nu 1

“A burguesia fede.
A burguesia quer ficar rica.
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesia.

A burguesia não tem charme nem é discreta,
Com suas perucas de cabelos de boneca.
A burguesia quer ser sócia do Country;
A burguesia quer ir a New York fazer compras.

Os guardanapos estão sempre limpos,
As empregadas, uniformizadas.
São caboclos querendo ser ingleses,
São caboclos querendo ser ingleses.”

In: Burguesia – de Cazuza

Continuar lendo