UM DIA DE CADA VEZ

As horas custam a passar
Na sala a solidão espera pra jantar.
Ele faz um café e acende um cigarro,
Respira fundo antes de explodir.
Toma um comprimido e vai dormir
Que amanhã vai ser um outro dia.
E quando o sol
Vier lhe acordar,
E não lhe encontrar
Deitado sobre um caos,
Esperando o fim chegar,
Ele vai estar de pé
Pra tentar viver,
Um dia de cada vez
.”

In: Um dia de Cada Vez– de Uns e Outros

 

Continuar lendo